Tuesday, April 21, 2009

Porque se eu vos contasse não acreditavam...


... e não é que amanhã faço mesmo 27 anos?!
No meio de nascimentos, casamentos, aniversários, algumas perdas... a vida avança!
Quando julgo que está tudo perdido, acontece a magia!
Se eu vos contasse o que está por trás de um olhar com esperança e uma matilha cheia de amor, não acreditariam em mim!
Uns acham que os "artistas", ou lá o que isso seja, ganhar a vida a fazer bonecos, são todos malucos!
Mas ser maluco tem muito que se lhe diga... é uma luta constante!
E quando um dito "maluco" tenta legitimar o seu problema? Sim! Perante os que menosprezam o sofrimento de alguém que sabe de forma perfeitamente lúcida que o seu cérebro pode funcionar de forma anormal, tal como o coração, ou o fígado... Os terapeutas, os profissionais não duvidam! Mas e a família? Ou mesmo certos amigos, colegas? Afinal quem tem a "cabeça fraca"? Não é o doente! É o ignorante!
Eu posso ser muitas coisas... Mas detesto ser ignorante!! Confesso, prefiro ser um bocadinho "maluca"!
Este não é um post triste. Não, nem de longe! Nem quero ser demasiado sarcástica.
Mas quem sabe, sentes-te assim... Ou então tens alguém com "cheliques" de artista, ou de preguiça, ou de cabeça fraquinha perto de ti e não queres ver. Quem sou eu para avaliar?!! Há para aí muita gente com "cheliques" a desacreditar os que realmente sofrem! Porque tomar coisas para dormir é bom, antidepressivos ainda melhor e está na moda! Mas, se não és ignorante, olha com olhos de ver, pois quem realmente sofre num período de tempo que parece não ter fim, talvez precise ir ao médico.
As pessoas conseguem camuflar muitas coisas, mas também deixam muitas pistas, porque lá bem no fundo todos têm a esperança de ser salvos.
Pois é! Este é um daqueles posts que me prejudica, mas que (com alguma sorte) talvez ajude alguém!
;)

8 comments:

Uma dona babada said...

acho que os 26 que estão prestes a acabar te trouxeram muita sabedoria, este post é a prova disso.

é importante sermos boas pessoas, ter consideração pelos outros, praticar o bem digamos assim. mas acima de tudo, o melhor "bem" que podemos fazer é começar por gostar de nós, aceitarmo-nos, valorizarmo-nos. nunca baixar a cabeça quando nos chamam malucos, nunca dar razões para nos chamarem ignorantes e nunca nunca nunca deixar de lutar pelo que sentimos cá dentro bem no fundinho.

felicidades em tudo! mal te conheço mas já gosto muito de ti!

beijinhos (desculpa o testamento mas este post tocou-me mesmo e tinha de dizer alguma coisa)

Uma dona babada said...

Ps - ah! a foto é espectacular!!!

Emanuel Batalha said...

eu quero estar cá, sempre ao teu lado. 27, 28, 29, 30… por aí a fora!

Papinhas said...

Oi nice, há quanto tempo...
Sim somos "malucas" porque não temos medo de sermos felizes a nossa maneira!! :D

Pensei que tivesses mais que 27 aninhos, pelas tuas maduras palavras!Ups

Beijinhos malucos sempreeeeeee

cg said...

Infelizmente, percebo perfeitamente o que dizes neste post. Infelizmente, porque sei como tudo consegue ser tão difícil e ainda pior quando mais ninguém nos percebe. Ser actriz também é aasim.

Van Dog said...

Eu acho, Nice, que essa coisa do "normal" tem muito que se lhe diga. Visto de fora (sim, relembro que sou um cão), todos os humanos são diferentes. E mostrar um lado que muitos não mostram, não é sinal de fraqueza. Muito pelo contrário!

Uauff para a matilha!

Mônica said...

Concordo com todos! Aqueles que tentam enquadrar os outros no que é normal or não, mostram um grande desconhecimento do mundo, da individualidade de todos nós. E o Van Dog, este sábio cão tem toda razão: mostrar um lado de grande sensibilidade, empatia e sofrimento é sinal de força e maturidade. E todos nós, em algum(ns) momento(s) na vida, precisamos de ajuda -- não existe vergonha nem fraqueza nisso!

Anjo De Cor said...

Antes demais Parabéns pelos teus belos 27 anos, é uma bela idade ;)
Quanto ao resto entendo perfeitamente onde queres chegar mas a vida esta feita para aqueles que adquirem o estipulado por defeito se fugires a isso estas fora do normal....
Força! creio que estas no caminho sorte e todos nós temos um pouco de malucos ;) Acredita ;)
Beijinhos